na Savassi

Bairro, Trânsito

07 de novembro de 2012, às 15:11

Aula em simulador será obrigatória para quem for tirar carteira de motorista

Novidade passa a valer a partir de julho de 2013. Carga horária para formação de novos motoristas também foi ampliada.

Redação

Imagem: Denatran/Divulgação

 Simulador em exibição no estande do Ministério das Cidades, no 27º São Internacional do Automóvel de São Paulo.

Tirar carteira vai ficar mais demorado e, consequentemente, mais caro – mas a proposta é que o trânsito também se torne mais seguro. O Conselho Nacional de Trânsito acaba de definir que a carga teórica para formação de motoristas na categoria B vai aumentar de 45 horas para 50 horas.

Além disso, o futuro motorista deverá realizar cinco aulas de 30 minutos em um simulador de direção. O equipamento irá testar conceitos básicos de condução, marchas, aprendizado de circulação em avenidas, curvas, estradas, vias de tráfego, regras de segurança, congestionamento e em situações climáticas e de risco.

Só serão aceitos simuladores homologados pelo Departamento Nacional de Trânsito. As aulas no simulador deverão ser realizadas logo após as aulas teóricas e antes do exame teórico.

A nova estrutura será exigida apenas a partir de 1º de julho de 2013. Até lá, quem concluir o curso teórico não precisa passar pelo simulador – mas as autoescolas podem de antecipar a inclusão do equipamento.

A medida do Denatran é embasada em uma pesquisa do “National Center Injury ”, dos Estados Unidos, que afirma que o uso do simulador pode reduzir pela metade o número de acidentes nos 24 primeiros meses após aprovação da habilitação.

Hoje, curso teórico pode custar mais de R$ 300

De acordo com pesquisa deste ano do site Mercado Mineiro, o preço para 45 horas-aula de formação teórica para motoristas, incluindo a taxa inicial e a marcação do exame de legislação, varia de R$ 201 a R$ 385 em Belo Horizonte. O naSavassi orçou em autoescolas da Savassi e encontrou preços por volta dos R$ 275.

Comente esta notícia